quarta-feira, junho 13, 2007

Simplex na Fogueirex

Tenho aproveitado os fins de tarde com maré vazia na praia da Gambôa, para me preparar para a corrida de 30 de Junho em Peniche.
Trata-se da 28º edição da Corrida das Fogueiras e 7º das Fogueirinhas (esta mais consentânea com as minhas reais possibilidades), sendo uma das corridas nocturnas mais famosas e concorridas de Portugal, tem contado ao longo dos anos com uma excelente organização que lhe tem granjeado fama.
Após vários dias de esforço continuado, eis-me pronto a participar.
Falta agora o mais difícil!
Desencantar um cheque, comprar um selo postal, encontrar um envelope e remeter a inscrição para uma certa empresa em Aveiro.
Será que para o ano posso continuar a treinar aqui mesmo em Peniche?

34 contributos:

At 13/6/07 11:53, Anonymous Papa-Léguas Descalçadão disse...

Em http://corridafogueiras.no.sapo.pt/regulamento.htm
reza assim relativamente à edição de 2006:


4. CONDIÇÕES DE INSCRIÇÃO
- As inscrições só serão aceites se forem enviadas por escrito para:

Corrida das Fogueiras
PAC - Peniche Amigos Clube
Apartado 180
2524-909 PENICHE

- De acordo com o Dec. Lei Nº 146/93 de 26 de Abril, o seguro desportivo é da responsabilidade da organização para todos os participantes inscritos.
- A inscrição só é válida se acompanhada do respectivo pagamento:
Até 16 de Junho - 4,00 €
Depois de 16 de Junho - 5,00 €

E eu concluo:
Serão as moradas de Aveiro mais difícei de escrever do que as de Peniche? Será o selo mais caro?
Se se justificar, o concurso para a organização da prova do próximo ano incluirá uma cláusula que obrigue a empresa vencedora a possuir uma caixa postal com morada de Peniche para recepção das inscrições.

 
At 13/6/07 12:56, Blogger jp disse...

Caro papa-léguas descalçadão,

Agradeço o seu comentário.
Para nos entendermos temos de dividir o evento nas suas duas provas.
Numa Corrida das Fogueiras, maioritariamente participada por forasteiros, onde por isso faz sentido que a inscrição seja realizada por via postal e onde o seu comentário tem todo o cabimento.
E na Corrida das Fogueirinhas, de cariz mais popular e com uma forte participação da população penicheira, que nas 6 edições anteriores se habituou e acomodou a fazer as inscrições junto do secretariado.
Foi na qualidade de participante habitual nesta segunda prova que emiti este post, embora reconheça que não tenha sido suficientemente claro nessa separação.
Mantenho por isso que a inscrição na Corrida das Fogueirinhas saiu menos prática nesta edição, e creia-me esperançado de que tal não seja suficiente para arrefecer a habitual, calorosa e popular participação penicheira nesta "festa".

 
At 13/6/07 13:30, Blogger Tiago Gonçalves disse...

Dentro do Grupo Municipal do PS na Assembleia Municipal fui encarregue de acompanhar as questões ligadas ao Desporto. Embora não seja minha obrigação de defender a Câmara, muito menos em função do executivo que a domina, por virtude de ser deputado municipal da oposição, esclareço que a inscrição nas Fogueirinhas (uma grande inovação colocada na corrida no mandato de 1998-2001, convém lembrar porque há por aí memórias muito curtas) pode ser feita junto do Secretariado instalado no Clube Recreativo Penichense, das 10 às 12 e das 15 às 20 horas, de 2ª a 6ª feira. Só a das Fogueiras é que tem que ser feita para Aveiro. Também tinha essa dúvida e solicitei o esclarecimento pelos canais oficiais que me são permitidos. A resposta, foi rápida, o que não é costume, registe-se. Como recebi essa informação, achei positivo colocá-la aqui para conhecimento de todos. Quanto à prova em si e às mudanças que nela se notam depois de dia 30 de Junho poderemos falar com melhor conhecimento de causa.
Com os melhores cumprimentos.

 
At 13/6/07 14:25, Blogger jp disse...

Muito obrigado pelo seu esclarecimento.
No entanto, julgo ser função dos Regulamentos das Provas esclarecer dúvidas e fornecer a maior parte dos esclarecimetos evitando uma profusão de consultas aos "canais oficiais".
Ora a consulta ao regulamento da Corrida das Fogueirinhas (http://www.peniche.oestedigital.pt/_uploads/CorridaFogueiras2007/Regulamento_Fogueirinhas_07.pdf) é taxativo a afirmar que a inscrição tem de ser remetida para Aveiro de modo idêntico à Corrida das Fogueiras.
Se existe a possibilidade de inscrição no Secretariado em Peniche, algo com que estou completamente de acordo, isso significa duas coisas. Primeiro que essa opção carece de ser publicitada, segundo que se está a infringir o regulamento.

 
At 13/6/07 17:30, Blogger Bernardo Ribeiro Costa disse...

Pois eu não me sinto nada esclarecido, eventualmente por deficiência minha. Mas, se a importância referente ao seguro deve ser paga por cheque à ordem da tesoureira da CMP, cabendo assim à CMP o pagamento do referido seguro desportivo, qual é o papel dessa referida empresa nesta prova? Não é o de mero agenciamento?

 
At 13/6/07 18:01, Anonymous papa-açorda calçadão disse...

tb n percebi, a tesoureira é de Aveiro?

 
At 13/6/07 18:11, Blogger Tiago Gonçalves disse...

Claro podemos sempre questionar e até sou de acordo, que o envio da inscrição nas formas previstas parece algo confuso, tendo em conta que neste ano, por demissão do PAC da organização da prova como vinha acontecendo, foi necessário uma aquisição de serviços a uma empresa que organizará a Corrida, sendo que essa empresa está sediada em Aveiro. Agora, se organizará bem ou mal, veremos dia 30. Quanto ao Regulamento, JP, também estou plenamente de acordo consigo, não me parece bem que o Regulamento seja fonte de confusões, equívocos ou discrepâncias, pois sendo um instrumento normativo, deve ser o mais esclarecedor e clarificador possível, subentende-se que o regulador se expressou da forma mais clara e correcta. A informação dos Serviços da Câmara que me foi transmitida por intermédio do Senhor Vice-Presidente da Câmara, afirma que o Secretariado da Corrida das Fogueirinhas se encontra sediado no local que referi acima e que tem como período de funcionamento aquele que também referi. Também o Sítio Oficial da Câmara indica agora o que vos esclareci.
Com os melhores cumprimentos.

 
At 13/6/07 18:13, Blogger Tiago Gonçalves disse...

De referir também que o último número do Regulamento deixa uma cláusula aberta para os casos de omissões.

 
At 13/6/07 18:29, Anonymous Anónimo disse...

o Deputado falou em demissão do PAC????????????
Falar e não explicar pode ser mal entendido!!! Abraçs!

 
At 13/6/07 19:10, Anonymous Anónimo disse...

Sou leitor assiduo deste blog, e é a primeira vez que vejo um comentário do Sr. Deputado (posso estar enganado), e logo dois no mesmo post, sem duvida que lhe interessou o assunto. Agora o que eu acho estranho é que mais nenhum post deste blog lhe tenha merecido nenhum comentário, pois existem aqui posts bem mais interessantes e com matéria bastante relevante para o melhoramneto de Peniche, que não a corrida das fogueirinhas. É por estas e por outras que isto nunca muda, a politica e os politicos infelizmente continuam na mesma, há que criticar, mas há também que valorizar. O Sr. Deputado ainda é nova e vai a tempo de mudar, diga o que está mal, mas diga também o que está bem, é isto que se pretende dos politicos, e a credibilidade da politica passa essencialmente por aqui, não se deixe ir atrás de velhos costumes.

 
At 13/6/07 20:34, Blogger Tiago Gonçalves disse...

Leio com apreensão todos os post's deste blog, não é a primeira vez que intervenho, o caso do Largo 5 de Outubro foi um deles, daí que seja um engano o comentário feito. Quanto à minha intervenção, está muito bem espelhada nas actas da Assembleia e no site da Juventud Socialista (www.jspeniche.org) na área da Assembleia Virtual e concerteza que lá pode encontrar alguns reparos, críticas mas também elogios. Embora seja eleito pela totalidade do Município e não por uma parte, tenho concerteza abrangência genérica nos temas, só que, havendo uns que me estão entregues pessoalmente para acompanhamento é sobre eles que tento intervir mais vezes, respeitando tanto os meus colegas quanto à sua matéria tanto o conhecimento que eles possam ter dos dossiers, que possivelmente não me seja possível dispor. Assim fica resposta a minha verdade dos factos.

 
At 14/6/07 09:55, Blogger jp disse...

Muito agradeço a participação de todos, que se quer cada vez mais incidindo sobre as ideias e factos, e claro contando com a plural participação de todas as tendências, desde que partilhem a visão da construção de um Peniche melhor.

Ainda dois reparos.

Os casos omissos no regulamento são para isso mesmo, para os assuntos não mencionados, o que não é o caso da remessa da inscrição.

Quanto ao assunto da denúncia do protocolo do PAC, julgo que pelo excelente trabalho que aquele Clube realizou durante vários anos na Corrida das Fogueiras, carecia de ser divulgada pela CMP as razões que suportaram a denúncia do protocolo, de modo a se poder avaliar e julgar esta nova via "aveirense".
Era também interessante em termos financeiros a comparação das duas prestações de serviço.

Apelo a todos os que nos possam elucidar sobre este tema, na base do facto e não do boato, que avancem!

 
At 14/6/07 10:54, Blogger Bernardo Ribeiro Costa disse...

Independentemente dos argumentos que têm sido aduzidos a este post, parece-me, sinceramente, que a questão pertinente suscitada pelo JP se mantém sem explicação aparente.

Isto é, qualquer que seja a razão que tenha motivado o agenciamento da Corrida das Fogueiras junto desta empresa (Sportis), sedeada em Aveiro, não se percebe esta metodologia de inscrições via postal, para Aveiro, acompanhada de cheque à ordem da tesoureira municipal, em Peniche. Poder-se-á dizer que se trata de uma questão menor. Mas é claro, pelo menos para o JP, presumo, razão pela qual escreveu este post, e também para mim, que, numa época de desburocratização, fica por entender o porquê de apenas se aceitarem inscrições via postal e não por qualquer outro meio, incluindo presencialmente e on-line, bem como a exigência do pagamento por cheque e não por qualquer outro meio de pagamento legalmente admissível. E não me parece que a explicação para a questão possa ser atribuída ao regulamento. Se este está mal feito, altere-se.

Em conclusão, acho que o detalhe aparentemente sem importância constitui um tiro no pé desnecessário para um executivo que tem dado mostras de capacidade de organização e gestão de eventos.

 
At 14/6/07 14:30, Anonymous PAC disse...

O PAC-Peniche Amigos Clube, está disponivel para qualquer esclarecimento sobre a denuncía do protocolo.

 
At 14/6/07 17:27, Blogger Tiago Gonçalves disse...

Antes que, como de costume seja alvo de qualquer forma de desvio do assunto através de uma crítica infundada, esclareço que não soi associado do PAC e portanto não pertenço nem aos seus órgãos sociais nem estive ligado à organização da prova. Quanto à denúncia do protocolo que foi firmado entre o PAC - Peniche Amigos Clube e a Câmara Municipal de Peniche, salvo erro entre 1998 e 2000, ele prende-se, pelo que sei, como consequência de um desentendimento entre a direcção daquele clube e/ou associação e a Câmara Municipal, concretamente na pessoa do seu presidente. Sendo o PAC, uma associação de amantes do desporto, assim como qualquer outra do movimento associativo que existe no concelho, movendo-se, pelo que se conhece, de uma forma voluntária e de espírito de sacrifício por uma nobre causa como é a promoção de actividades desportivas e saudáveis, uma grande divergência ou simplesmente uma acusação mais injusta podem fazer com que obviamente esses voluntários tenham-se sentido feridos pelo trabalho que foram realizado ao longo dos anos. Só assim consigo ver essa demissão. Claro está, haverá certamente quem interprete os factos de outra maneira. Pelo menos, na minha forma de ver, a corrida tendo sido um sucesso crescente nos últimos anos, se a organização detinha conhecimento e trabalho realizado, se a Câmara Municipal sempre manteve a mesma postura perante a prova, não encontro outro motivo para um desfecho como o que ocorreu. Também não foram aventadas outras explicações, até hoje na Assembleia Municipal, o que não impede que não seja no futuro próximo.
Com os melhores cumprimentos.

 
At 14/6/07 18:57, Blogger jp disse...

Ao PAC - Peniche Amigos Clube, lanço o repto para aqui publicamente exporem os motivos que levaram à denúncia do protocolo.
Pela minha parte, assumirei o compromisso de fazer chegar tal exposição à outra parte (leia-se CMP), de modo a poder ser exercido o direito de resposta, que também assumo publicar.

O que eu não faço para vos manter informados...

 
At 14/6/07 21:24, Blogger Bernardo Ribeiro Costa disse...

Há um ponto no qual não parecemos estar a convergir, embora talvez seja importante.

Já percebi que se zangaram as comadres. Contudo, entendo eu, a Câmara apenas tem que justificar a conformidade da contratação desta empresa, verificados os princípios gerais a que deve obedecer a despesa e tendo em conta o cumprimento de critérios de economia, eficiência e eficácia que devem pautar a boa gestão pública. E basta.

Assim, independentemente dos amuos deste ou daquele jovem altruísta, eventualmente preterido no âmbito desta contratação, pouco importa ao caso, continuo sem resposta a uma questão básica: porque é que só se admitem inscrições por essa via rápida da modernidade que é o serviço postal nacional?

 
At 15/6/07 15:27, Anonymous Anónimo disse...

Diz--se por aí q este presidente dizia q o PAC é PS ou PSD. Isto é td uma questão politica! Uma vergonha nem mais.

 
At 15/6/07 15:55, Blogger jp disse...

De facto de boatos e do "diz-se por aí", há muitas versões que de pouco valem.
O que era importante era debaterem-se os reais motivos, para o que lanço de novo o desafio às partes envolvidas, sem o que a ignomínia continuará a vingar sobre este tema.

 
At 15/6/07 19:07, Anonymous Anónimo disse...

Teria sido uma mais valia para Peniche e Pac, se este clube se tivesse constituido como uma empresa para organizar eventos desportivos.
Apresentava-se tambem como alternativa a essa empresa de Aveiro e sendo empresa a CMP não poderia excluí-la. O voluntarismo sem fins
lucratios já foi "chão que deu uvas",
e penso que está aí o cerne da questão.

 
At 18/6/07 00:44, Anonymous Anónimo disse...

Afinal Peniche já estava no mapa!!!
É que o assunto CORRIDA DAS FOGUEIRAS já mereceu 20 comentários, e o Festival Sabores do Mar apenas 10...

 
At 18/6/07 03:07, Anonymous Anónimo disse...

Afinal Peniche esteve no mapa antes. Chama aquilo Festival Sabores do Mar? Curioso é o actual Presidente da Câmara ser o protagonista da alteração do figurino do Festival. Devia ter medo que outros presidenciáveis lhe roubassem o lugar de servir à mesa nas horas em que não pudesse estar lá... =P

 
At 18/6/07 08:19, Anonymous Anónimo disse...

Peniche já está no Mapa com a Corrida das Fogueiras há 27 anos,
com o Triatlo há + de 20 etc, pela
mão do Prof. Nuno. As memórias para alguns são muito curtas e esquecidas ... E há também muita gente a pôr-se em bicos de pés ...

 
At 18/6/07 09:36, Blogger Bernardo Ribeiro Costa disse...

Comenta de um lado, comenta do outro, regurgita sempre a mesma raiva contra tudo e todos que sobressaiem.

Quer lá saber se o concelho se desenvolve, aflige-o ser preterido, tanto a feijões como a votos.

Diz o que quer, mas não assina, teme ouvir e ler do que não gosta.

 
At 18/6/07 18:14, Anonymous Anónimo disse...

O desenvolvimento do concelho, na opinião de muitos, pode não ser a que se está a assistir. Essas opiniões valem tanto como as contrárias , não tem a ver com votos ou feijões.Para podermos expressar livremente as nossas opiniões é que se fez o 25 de Abril, sejam opiniões anónimas ou não.

 
At 18/6/07 19:06, Blogger Bernardo Ribeiro Costa disse...

Erro crasso: essas opiniões, quando anónimas, não valem tanto quanto as contrárias. Aliás, não valem nada!

Portanto, escusam de ir buscar o 25 de Abril em vossa defesa. O 25 de Abril nada tem a ver com isto. Isto, aliás, tem apenas a ver convosco. Com a vossa incapacidade de dizer o que pensam e com o vosso medo de subscrever o que dizem.

Vocês sabem lá o que é a liberdade.

 
At 19/6/07 16:10, Anonymous Anónimo disse...

Ó BRC já pareces o teu pai pá! Força aí.

 
At 20/6/07 13:09, Anonymous Fábio Alves disse...

vejo k a participação aki está ao rubro. só kero dizer k concordo com o k já foi falado e dizer k já corre aí o k se costuma dizer: "voltem estão perdoados" [PAC ou jorge gonçalves?! os 2].

 
At 20/6/07 14:39, Blogger Bernardo Ribeiro Costa disse...

Por favor... "já corre aí", exactamente por onde!?

Olhe "k" a isso é "k" eu chamo um desbloqueador de conversa...

 
At 20/6/07 14:52, Anonymous Anónimo disse...

Espero que não voltem nem uns nem outro. Neste caso aplica-se esta máxima : " à mulher de César não basta ser, também tem de parecer..." e o inverso tambem se aplica.Pela parte da CMP todo este tipo de organizações deve obedecer
a regras muito objectivas e transparentes. Os custos desta prova foram desde sempre suportados
pelas CMP's mas para a coroa de louros há muita gente com o pescoço esticado.

 
At 20/6/07 23:28, Anonymous Anónimo disse...

Fabio nem te preocupes a responder ao BRC que ele é muito imparcialoide pá! Bastou convidarem-lhe para relator de uma mesa temática na Convenção Sou de Peniche que agora já ninguém pode ouvi-lo. Agora por isso, sabendo que o BRC é funcionário público, pago por todos nós, participando às "20/6/07 14:39", "18/6/07 09:36", "14/6/07 10:54", horas de expediente, será um bom exemplo de moral para falar de quem quer que seja? Afinal quem está a pagar-lhe somos todos nós e para quê? Para escrever em blogs? Força aí.

 
At 21/6/07 08:20, Blogger Bernardo Ribeiro Costa disse...

Quanto ao último comentário deste cobarde que, sob a capa do anonimato, tal como um vulgar canalha, à falta de argumentos, opta por levantar suspeições sobre o meu carácter, devo dizer apenas o seguinte:

1. Nunca disse que sou imparcial nem quero sê-lo – politicamente, imparciais são os oportunistas;

2. Chamada à colação a questão dos horários em que faço os meus comentários, devo precisar o seguinte:

a) Exercendo funções dirigentes, precedendo concurso, e não por nomeação de carácter político, sou livre de comentar o que quer que me apeteça, a qualquer hora do dia ou da noite, uma vez que, nos termos legais, gozo de isenção de horário de trabalho, para o melhor, mas também para o pior, uma vez que justifico o a despesa pública do meu vencimento quando energúmenos como você fingem que produzem ou descansam;
b) Ao contrário de muitos, encontrando-me a frequentar doutoramento, utilizo as minhas férias para preparar os meus trabalhos, em casa, num computador, onde vejo, leio e comento o que quer que me apetece – poderia usar licenças, estatuto de trabalhador-estudante, mas opto simplesmente por usar o direito a férias, que de outro modo não sei quando gozaria;

3. Não serei silenciado, por muito que custe a um ou outro bandalho da politiquice local, como este energúmeno comentador, com ataques deste nível, pelo contrário, isto não me atemoriza;

4. Com este tipo de ataques, suscitando questões de natureza profissional e até pessoal, podem garantidamente crer que continuarei a dizer o que não lhes apetece ouvir e a escrever o que não querem ler, pois não me atemorizam; assim como não me seduzem os lugarzinhos pelos quais se digladiam e atropelam, capazes de pisar tudo e todos – daí que perceba o seu olhar atento e invejoso para os palanques;

Como você não passa de um cobarde, pois não sabe nem quer ser de outra forma, não terei a oportunidade de pessoalmente, lhe desferir umas bordoadas acerca da necessidade de você se comportar dignamente, como um adulto que não tem receios de subscrever o que diz e assume as respectivas consequências. Mas não.

Opta por provar que a política local está minada de corja como você. E isso não é bom nem para si, para os da sua laia, nem para Peniche.

Veja se se torna uma pessoa séria. “Força aí”.

 
At 21/6/07 11:06, Blogger PX disse...

É pena que se utilize este espaço para criticas pessoais, quando á falta de argumentos crediveis não se consegue contrapor uma ideia expressa por outrém. Aceitar e não aceitar os diferentes pontos de vista faz parte da democracia e da liberdade de expressão, não faz nem deve fazer parte da liberdade de expressão a critica pessoal, ainda por cima a coberto do anonimato. Tenham um pingo de decência, para quando pretenderem elaborar ataques ferozes e pessoais com um qualquer intuito que não o de contribuir para o desenvolvimento de Peniche de pelo meno se assumirem e identificarem.
Expresso aqui todo o meu apoio ao BRC, Bernardo Ribeiro Costa, meu amigo à 30 anos e que pelo que conheço dele não se deixará desmotivar por este rol de parvoices que este anónimo escreveu.
Como dizia o outro "força aí" Bernardo
Abraço

 
At 21/6/07 11:44, Anonymous AM disse...

Não sou, em geral, contra comentários anónimos.

Até posso entender que quando se quer criticar a gestão de uma câmara municipal, numa cidade onde todos se conhecem e onde, nos tempos que correm (tal como no tempo da 'outra senhora') é preciso ter cuidado com o que se diz ou escreve (a título de exemplo ver doportugalprofundo.blogspot.com) se recorra ao anonimato.

Já não aceito, especificamente, que se queira atentar contra o bom nome de um indivíduo, à custa de ofensas (anónimas ou não) num espaço aberto à discussão de assuntos locais:

ARTIGO 484º do Código Civil
(Ofensa do crédito ou do bom nome)
Quem afirmar ou difundir um facto capaz de prejudicar o crédito ou o bom nome de qualquer pessoa, singular ou colectiva, responde pelos danos causados.

Saiba-se ainda que o anonimato, na blogosfera, é apenas virtual (mais uma vez, a título de exemplo leia-se blogo.no.sapo.pt/25momentos/19.htm

Pode ser que te 'lixes' anónimo!

 

Enviar um comentário

<< Home