sexta-feira, fevereiro 13, 2009

Combatendo o flat

Remonta a 2007 a primeira vez que ouvi falar da rede de CAR - Centros de Alto Rendimento de desportos de ondas, e da possibilidade de Peniche ser preterido na lista das localidades seleccionadas para os albergar.
A denúncia foi então superiormente colocada, e colheu de imediato a atenção do actual executivo municipal no sentido de se alterar uma situação que estaria em total desacordo com o estatuto que a onda penicheira granjeou em Portugal, e por esse mundo fora.
O resultado está aí, com a cerimónia de lançamento do Centro de Alto Rendimento de Surf - Peniche, a realizar amanhã, pelas 15 horas, no Auditório Municipal.
Esta realização poderá aumentar em muito o fluxo de amantes desta modalidade em Peniche, que há muito largaram o estereotipo da VW pão de forma, mas que decerto continuarão imbuídos de saudáveis preocupações ambientais.

E se bem que a iniciativa é de louvar, também há quem legitimamente se preocupe com a excessiva preponderância desta tendência no futuro do Turismo penicheiro.

É que não podia deixar de dar a minha contribuição para fazer ondas...

35 contributos:

At 14/2/09 00:40, Anonymous Anónimo disse...

Sendo Peniche, por natureza, um oásis na oferta de condições naturais para ao práctica do surf compete aos responsáveis autárquicos estar atentos à massificação que se tem assistido nos últimos anos.

Essa massificação em momento algum pode colidir com o respeito e preservação do nosso riquíssimo património natural, as dunas, sobre as quais se observam constantemente as maiores atrocidades.

Por vezes assiste-se a autênticas aberrações de viaturas estacionadas em plenas dunas porque a prancha é demasiado pesada de transportar até ao mar. Qualquer local serve para preparar uma refeição não importando cuidar do lixo que se produz.

Não é este o tipo de turismo porque importa lutar. Antes das infra-estruturas físicas, seria sem dúvida mais importante uma sensibilização contínua ou quando necessário praticar uma fiscalização assídua sobre comportamentos de maior risco

Por outro lado, fica a sensação que esta é mais uma operação de charme, do género que nos tem habituado este executivo. Esta decisão surge apenas porque houve algum ruído que outros estavam no encalce da criação deste centro.

A prova disso mesmo é o local escolhido. Certamente mais um problema para um futuro executivo solucionar, pois a proximidade com um empreendimento turístico existente deixa antevêr algum desassossego a quem há algum tempo atrás pagou bem caro por uma habitação em local de absolutoa tranquilidade.

 
At 14/2/09 15:27, Anonymous Anónimo disse...

http://transparencia-pt.org/?search_str=peniche (ID:6237)
Já viram isto? 15 000€ gastos na Revisão do RMT!!! Em anos transactos sabem quanto se gastava nesta tarefa de actualização?
Pois... Mas isto "passa ao lado" dos munícipes, tendo em conta que o que importa é o ser cumprimentado na rua pelo presidente aparentemente afável e preocupado!
Que pena sermos tão tapados!!
Um abraço, Maia

 
At 14/2/09 21:19, Anonymous Anónimo disse...

8700€ no jornal de propaganda comunista? Estes gajos andam a gozar com o povo de Peniche.

 
At 15/2/09 17:54, Blogger jp disse...

Caro Maia,

É sempre muito relativa a apreciação da amplitude do valor a pagar pela prestação de serviços (Revisão do RMT) ao adjudicatário António Miguel Ferreira Ribeirinho.

Mas, para uma melhor ponderação do valor em causa, proponho-lhe que o compare com o preço duma prestação de serviços de 10 dias na Calheta (http://replicaecontrareplica.blogspot.com/2008/12/ajuste-directo-cmara-municipal-da.html), com o actual vencimento dum Chefe de Divisão da Câmara da Figueira da Foz (http://figueiradigital.ficheirospt.com/municipe/rh/2009Lista_transicoes_final.pdf), ou mesmo com o valor do prejuízo nuns voláteis Warrants Turbo Extra, provocado pela interrupção de 45 minutos num site bancário (http://www.queixas.co.pt/popup.php?id_queixa=13832).

Afinal 15000€ não é tanto assim, pois não?

 
At 15/2/09 19:38, Anonymous Anónimo disse...

190 000€ em horas extraordinárias, num só ano?

 
At 15/2/09 19:42, Anonymous Anónimo disse...

Qual o valor da dívida da Câmara de Peniche?
Qual o valor que a Câmara de Óbidos vai ter para gastar este ano? Resposta a esta última: 42 milhões de euros!!!!

 
At 16/2/09 08:31, Anonymous pb disse...

Voltando ao tema do post, não pude deixar de ficar de boca aberta com o texto do Sr Tiago Gonçalves no seu (dele) blog. Revela um profundo desconhecimento em relação ao que é a indústria do surf nos dias que correm e os milhões que movimenta. Quando diz que os praticantes desta modalidade "não são aqueles que a nível de geração de riqueza podem influenciar ou contribuir para um desenvolvimento económico local", peço-lhe que vá a Tarifa ou à Serra Nevada e pergunte se a prática de windsurf e ski contribuiu para o desenvolvimento económico dessas regiões...
Quando diz que é uma aposta "sem resultados brilhantes", lembro-o que - ao que me parece - foi uma aposta iniciada apenas há 3 ou 4 anos, e não se muda a imagem de uma zona e a percepção que os turistas têm desta em tão pouco tempo.
Já disse e continuo a dizer: Peniche tem um potencial único na Europa para se tornar numa "Meca" do surf. Desperdiçá-lo, e ao que esse desporto hoje movimenta seria um erro tremendo. Erro esse que -isso sim - traria "custos para as gerações futuras.
Só para esclarecer: não sou político, abomino a política em geral e os políticos em particular, não vivo nem voto em Peniche.
Abraços

 
At 16/2/09 09:38, Anonymous Anónimo disse...

Pronto, já está esclarecido! Já percebi o porquê da estrada para o Baleal ter sido alcatroada!! Que lindos traços que lá pintaram em tempo recorde, desta vez direitos!!! P'ra ministro (neste caso secretário)ver!
Com tanta estrada dentro da cidade com buracos no alcatrão que mais parecem crateras (isto quando há alcatrão)! Mas pronto vêm aí as eleições, tudo se ha-de resolver!

 
At 16/2/09 12:46, Anonymous Bernardo Costa disse...

Hoje, ao ler este comentário não resisti à tentação e lá vai…

O Nº6 do Jornal Municipal da Câmara de Peniche foi distribuído na passada sexta-feira. Poucas horas depois já tinha sido divulgado o eventual valor do seu custo. Quem foi? Quem foram os bufos ligados aos partidos da oposição que o fizeram. Eu tenho uma unha que adivinha quem terá sido.

Se o preço foi 8700,00 euros acho normal. Vejamos o porquê: O Jornal Municipal em 2007 só teve uma edição, no mês de Junho, agora, 8 meses depois voltou. Se, o Jornal Municipal de Peniche tivesse uma periocidade igual ao Boletim da Câmara Municipal do PSD aqui ao lado seria Bi-Mensal. Assim, a despesa Bi-Mensal seria 2.000,00 euros.

Afinal, senhores laranjas anónimos, as Câmaras PPD’s gastam bué a mais que as Câmaras CDU.

Que dizer da edição de Dezembro de 2008, do Boletim da Junta de Freguesia da Atouguia da Baleia, ainda PPD, que gastou só com a impressão 2500,00 euros??? Estão a gastar o dinheiro que a Câmara CDU lhe dá do Protocolo noutros fins.

É caso para dizer: toma lá que é democrático!

Estes cibernautas laranja/PPD’s com muita azia, fogem ao conteúdo da notícia: Peniche é o primeiro concelho da Europa(!!!) com um Centro de Alto Rendimento.
(Mais uma romaria da Câmara CDU, como ‘vocês’ chamam às iniciativas e obras realizadas no nosso, cada vez melhor, Concelho!!! :D)

Força Tó-zé, Força Jorge Amador, Força Jorge Abrantes!

Até os comemos… em Outubro, claro!

 
At 16/2/09 12:50, Anonymous Carapau disse...

Caro pb,

respeito a sua opinião como qualquer outra mas quando afirma "os milhões que movimenta", fico apreensivo visto que a crise de hoje é resultado de um capitalismo baseado no egoísmo e ganância, deverer-se-ia pertender é o bem-estar das populações e não o enriquecimento de poucos à conta "dos milhões que movimenta". Outro ponto, Peniche já é conhecido à muitos anos pelas suas maravilhosas condições para realizar surf, a única novidade foi aquele slogan da "capital da Onda" que pode ser entendido para vários desportos e para várias actividades do turismo. Portanto, logo percebo o texto do rapaz Tiago.

Cumprimentos,

Carapau

 
At 16/2/09 15:08, Anonymous pb disse...

Caro Carapau,
A indústria do surf até se pode basear no egoísmo e na ganância. Aliás, quais são as indústrias que fogem a esta regra. Como temos visto nestes últimos tempos, poucas...
O que é inegável é que para além do enriquecimento dos accionistas, essa riqueza também se pode estender às populações das regiões onde é praticado. Como? Através da criação de serviços de apoio às cada vez maiores legiões de praticantes: hotelaria, restauração, comércio, serviços complementares, etc, etc... Volto a dar o exemplo de Tarifa, que durante séculos deve ter amaldiçoado o vento que por lá soprava, mas que hoje, não fosse esse vento, seria uma terra de ninguém.
Em relação ao último ponto, é óbvio que Peniche já é conhecido há anos pelas boas condições para o surf. Mas o slogan "Capital da Onda" (pouco riginal e bacoco como qualquer capital "do Móvel" ou "da Trouxa de Ovos") faz toda a diferença. Porque encerra em si uma tentativa de posicionamento do Concelho, de promoção e de diferenciação em relação à "concorrência". Concorrencia dentro e fora de Portugal.
Apostar no surf como factor de desenvolvimento de Peniche não é incompatível com o desenvolvimento de outras indústrias locais. Aliás, até me parece que, para além do investimento em promoção, é um caminho que não consome muitas verbas. A sorte de Peniche é que a Natureza já fez a papinha toda. Não aproveitar isto seria - na minha irrelevante opinião - um erro crasso.
Abraço

 
At 16/2/09 15:40, Anonymous Anónimo disse...

Ó Caro Bernardo Costa, a defender com tanto vigor a CDU ainda pensei que estivesse confundido e pensasse ser o CDS, Afinal só difere a ultima letra e tanto quanto me recordo, pois já sou um pouco mais velhinho, foi por ai que andou, ou não??
Até já me dizem que essa acérrima defesa tem por base o lugar de chefe de gabinete do presidente que será deixado vago entretanto e já que da 2ª vez ganhou o Professor, agora pode ser que lhe calhe.
Saudações anónimas por isto com o KGB á solta todos temos medo em divulgar o nome

 
At 16/2/09 17:27, Anonymous Bernardo Costa disse...

Este tipo de comentários demonstram à evidência que no concelho de Peniche,
as
Eleições Autárquicas já estão a dar os primeiros passos.
Hoje, ao almoço fui interrompido à hora do almoço por uma empresa de
sondagens
acusada recentemente pelo PSD como uma empresa ligada ao PS com diversas
perguntas, das quais
saliento as seguintes:
1- Destes 4 nomes, Carlos Amaral, João Paulo Teófilo, Nuno Rainha e Jorge
Gonçalves
Qual deles escolheria para a cabeça de lista do PS à Câmara de Peniche.
2- Votaria num destes candidatos pelo PS ou no actual Presidente de Câmara,
António
José Correia.
Lindo. Lindo. .Lindo. Espelho meu, espelho meu, existirá algum candidato
melhor do
que eu?
Em conclusão, quem impacto têm em todo o concelho, os três primeiros nomes
desta lista?
Muito pouco.
Assim...quem de 4 retira 3, fica 1.

EHEH.. Hasta la vitoria siempre!

 
At 16/2/09 17:33, Anonymous Anónimo disse...

Caro Bernardo, pelo que me dá a parecer esse tipo de apoio denomina-se por "vassalagem"... Ou entendi mal ou a sua intervenção, é mesmo (mais) um "lançar-a-escada"...
Persista meu caro! =)
Saudações
MP

 
At 16/2/09 17:57, Anonymous Anónimo disse...

Com franqueza... Que preito displicente sr. Costa!
Após uma pequena reflexão, até me leva a crer que o senhor talvez não esteja completamente satisfeito com as suas funções actuais! Respeitosos cumprimentos.

 
At 16/2/09 18:16, Anonymous Anónimo disse...

Por favor alguém me esclarece sobre quem é este Sr. Bernardo Costa?
É que se é quem eu penso só podem estar a gozar com a nossa cara.
Então e a malta que votou no executivo reinante e que está sem nada para fazer? Desculpem lá mas a politica cada vez mais me enoja...

 
At 16/2/09 18:51, Anonymous Anónimo disse...

(Eu sou o anónimo que tem medo do KGB)
Ó caro Bernardo, então e as questões levantadas sobre a mudança de cor politica, não merecem resposta, ou a resposta seria que só os burros é que não mudam???
Sim mas esses mudam para melhor.
É claro que as autárquicas estão a dar os primeiros passos e isso tem alguma coisa de mal??
Ou não deve haver oposição???
Cabe-lhe a si e outros tantos que gravitam que nem abutres em redor do poder na esperança que lhes caia no colo algo apetecivel (tacho) defender o executivo e cabe-me a mim e a outros tantos que não sendo cegos, verificam que afinal a montanha que era o Tó-zé e Cª pariu um rato que é este marasmo e deserto de ideias que tem sido esta governação. Ou será que chega o CAR??
E o resto, a preocupação da melhoria da qualidade de vida dos residentes, onde fica??
Saudações

 
At 16/2/09 19:16, Anonymous Anónimo disse...

Eu tenho dúvidas que este Sr. Costa seja aquele que nós pensamos!

 
At 16/2/09 19:29, Anonymous Bernardo Ribeiro Costa disse...

Caros Comentadores


Serve a presente nota para informar todos os leitores deste blog que não fui eu - Bernardo Miguel Ribeiro dos Anjos Costa - que subscrevi qualquer dos comentários supra.

A menos que se trate de uma enorme coincidência, estou perplexo com aquilo a que chegámos.

Os meus cumprimentos.

Bernardo Costa

 
At 16/2/09 19:51, Anonymous Anónimo disse...

Pois a preplexidade também tomaria conta de mim se o Bernardo Costa que primeiro comentou fosse o mesmo que veio dar a cara no post anterior.
Assim está melhor...Pelo menos não há confusões...O seu a seu dono.

 
At 16/2/09 21:34, Anonymous Anónimo disse...

Levamos todos um belo enterro!

 
At 16/2/09 21:55, Anonymous Bernardo Costa disse...

Essa dos KGBs já não pega. Estes serviços secretos foram anexados pelos Americanos via CIA. Quem sou eu? Um trabalhador de uma empresa privada no concelho sem que esta seja uma Instituição Escolar. Tenho nome e não sou um reles anónimo do tipo disse… Descobri à pouco no site da transparência que uma despesista gastou 34.500,00 euros numa pista.

 
At 17/2/09 01:04, Anonymous Anónimo disse...

Srº Bernardo Costa (o trabalhador da empresa no concelho), já averiguou qual o retorno que a "despesista" obteve do investimento de 34,500,00 euros?
Vale a pena pensar nisto! Pois... lançar atoardas sem nexo nem qualquer tipo de lógica "não mete pica"
Respeitosamente, Maia

 
At 17/2/09 10:34, Blogger jp disse...

Como tudo faria supor, a confusão de identidades que se desenrolou nos comentários deste post já se encontra esclarecida.

Porém, não ficou totalmente clarificado se Bernardo Costa é de facto, e por coincidência, o nome deste novel e acintoso comentador, ou se se trata duma vil e ignóbil usurpação do nome de um dos pioneiros comentadores deste blogue, e responsável pelo notável trabalho realizado no Jornal de Peniche.

Esta segunda hipótese contará com a minha veemente condenação!

 
At 17/2/09 11:13, Anonymous Anónimo disse...

Caro JP agora fiquei baralhada de todo...Mas há um 3º Bernardo Costa?
Credo! Porque não aproveitamos este blogue para criticar o que está mal e elogiar para incentivar a fazer melhor ainda?
Estas discussões e ataques estéreis não levam a lado nenhum e só empobrecem Peniche.
O senhor Presidente da Câmara tem um mail aberto à população onde podemos criticar e apontar caminhos.
Sei por experiência própria que ele os lê e dá resposta e pequenos reparos a algumas situações foram de imediato resolvidas.
Quanto às grandes questões (as da falta de transparência) acho que sim que devemos denunciá-las aqui e noutros lugares mas apontar caminhos. Os defensores do Presidente não têm que se sentir melindrados por isso porque vivemos em liberdade e democracia.
Os outros não têm que se sentir melhores nem piores porque em mudando o poder de mãos a porcaria vai ser a mesma...E é contra isto que temos que lutar no nosso dia a dia na nossa terra e nos nossos postos de trabalho.

 
At 18/2/09 16:45, Blogger Tiago Gonçalves disse...

Antes de mais agradeço todos os comentários que se reportavam ao artigo que escrevi no meu blogue pessoal. Como é óbvio, responderei a todos, sem qualquer problema, apenas e somente nesse espaço. Estou certo que compreendem o motivo. Foi lá e não aqui que o coloquei e será lá que a eles responderei, até porque se trata no limite de uma questão de educação (em jeito de comentário: a nova paixão da CDU).

(JP: não entenda nisto uma desconsideração pelo seu espaço virtual que, como sabe, sou um fervoroso defensor).

Quanto aos restantes comentários, continuo a lamentar a falta de coragem para quem os produz realmente os assinar. É pena, mas já é um hábito que infelizmente só destroi a nossa democracia, a democracia corrompida com as práticas antigas, com os mesmos de sempre no sagrado auto-elogio de quem não consegue convencer os outros e precisa de se auto-convencer, com aqueles que ainda não sabem usar a democracia em liberdade, etc.. São práticas e escolas que, com pena minha, ainda existem por aí. Ou querer-me-ão dizer que não existe um só comentário a este artigo que não tenha vindo dos Paços do Concelho? do Largo 5 de Outubro? da Rua Alexandre Herculano? da Rua das Galhetas? É por estas e por outras que muitos vão ficar em casa em Outubro e a culpa é nossa (políticos) e só nossa.

Um abraço a todos.

 
At 18/2/09 19:40, Anonymous Anónimo disse...

Caro Tiago Gonçalves
Eu postei antes de si e lamento desiludi-lo mas não resido em nenhum dos locais que mencionou.Por outro lado, confesso que me desiludiu um pouco porque eu até acho que como político é capaz de ir longe. Eu só voto, e por isso não preciso de convencer os outros nem a mim mesma. Sabe é que eu nasci e vivi muitos anos antes da revolução ainda você andava sabe Deus por onde...Por isso, voto em liberdade e não preciso da politica para viver do tacho.Tenho carreira feita de suor, lágimas e muito esforço.Nunca nenhum politico me deu nada.Pelo contrário só me tiram.Mas não é por isso que eu baixo os braços e deixo de criticar o que está errado e elogiar o que considero correcto sem lamber botas a ninguém até porque o meu calçado preferido não precisa de graxa...È mais do tipo camurça porque me aquece mais os pés e poupo na pomada.
Como não sou politica nem vivo da mesma não me sinto culpada.Até porque quando o menino foi para a faculdade eu já tinha contribuido muito com o meu trabalho e impostos para o menino poder ir talvez de carro, com telemóvel topo de gama etc...Eu fui para a faculdade e trabalhei ao mesmo tempo e na maior parte das vezes ia a pé porque o guito não dava nem sequer para o autocarro.Gastava as solas dos sapatos que naquela altura ainda não eram de camurça porque o dinheiro não chegava para isso.
Como não ofendo ninguém neste foro não tenho que me identificar posso dar o meu contributo sem mostrar a cara.Sabe sou o contrário dos políticos que mostram muito a cara na TV mas dão muito pouco contributo ao país.
Se o povo disser que o actual Presidente da Cãmara deve sair pois que saia...A mim não me aquece nem me arrefece.Agora entendamo-nos com o nojo que vai neste país também não é o seu partido que limpa isto e os resultados estão aí.Será o PSD?Não sei porque não é cor que agrade.Mas se a maioria disser sim aceito pois acima de tudo sou democrata e gosto de Portugal.

 
At 18/2/09 21:11, Anonymous Carapau disse...

Bem, realmente isto provocou ondas, quase temos um tsunami..até vieram cá lavar a roupa. O que interessa, e todos esquecem, é o desenvolvimento económico-social do Concelho de Peniche, e de facto daqui, mais uma vez, não saiu nada de inovador, como, mais uma vez, era de esperar.

Cumprimentos,

Carapau

 
At 18/2/09 22:16, Anonymous Anónimo disse...

Caro Carapau pela minha parte não lavei aqui roupa nenhuma porque por norma não vou a lavandarias rascas.Lavo a minha roupa em casa.De facto pode não ter saido nada de inovador neste foro com esta discussão mas pelo menos ficamos a saber embora não o sentisse que por aqui passou um tsunami...Talvez de ignorância.
Desenvolvimento económico-social do Concelho? Onde? Seja mais preciso por favor e dê alguns exemplos práticos.
Por outro lado se já espera que nada de inovador daqui saia porque participa? Só para bater palmas? Isso resolve-se com uma gravação.

 
At 18/2/09 23:42, Anonymous Anónimo disse...

Sugestões de desenvolvimento:

1) Criar condições para atrair emprego, através de indústrias de ponta (as tradicionais têm os dias contados); Turismo; parcerias entre Escola Superior-CMP-Investimento privado.

2) O Turismo tem que deixar de ser pensado como o modo fácil de ter uma praia cheia em Agosto. O mesmo deve preencher os 12 meses do ano.

4) Criar um cartaz cultural capaz de atrair público com poder de compra acima da média, quer nacional, quer estrangeiro, visto que este último até tem bons investimentos em habitação de férias bem perto de nós.

5) Resolver definitivamente a questão da Nova Marina bem como a recuperação da zona do Fosso das Muralhas e deixar de falar destes projectos de 4 em 4 anos.

6) Aribuir à população em exclusão um sentido de responsabilidade de cidadania, pondo-os a desenvolver alguma actividade, por menor que seja. Dessa forma altera-se, aos poucos, a mentalidade que estas pessoas foram desenvolvendo que para ser munícipe de Peniche basta confiar o voto a troco de um qualquer arraial.

7) Criar uma linha homogénia de desenvolvimento urbanístico e não apenas ir fazendo à medida que forem surgindo os projectos de ocupação do solo. Deixar de utilizar, como pretexto para nada fazer, as recentes melhorias na entrada na cidade. Peniche é muito mais...

8) Ter coragem para "arrumar" definitivamente as industrias de maior dimensão e poluição em zona construida de raiz, em condições de excelência para laboração, à semelhança do que vai sendo hábito verificar por todo o país, inclusivé em concelhos de menor dimensão.

9) Fundamentalmente a quem decide, deixar de pensar Peniche como algo de menor importãncia, onde fazer pouquinho chega bem, pois ninguém protesta. Tornar Peniche atractivo, do mesmo modo que nos atrai fazer compras em Caldas ou Lisboa, passear no Algarve ou no Gerês, ou viajar para os Alpes ou também muito admirado por alguns, o Brasil.

Fundamental:
- Criar um movimento independente de cidadãos parece-me a única via de recusa ao clientelismo habitual dos partidos políticos. Porventura, esta será a premissa de maior relevo para o futuro da nossa terra.

 
At 19/2/09 00:48, Blogger Tiago Gonçalves disse...

Bem, nunca pensei que os meus comentários fossem alvo destas respostas, mas sinto-me satisfeito (o nervosismo anda aí), é a conversar que nos entendemos! Geralmente converso com pessoas identificáveis, assim torna-se difícil. Curioso é que a coragem de os colocar no meu blogue não exista, vá-se lá saber porquê...

"Não preciso da política para viver do tacho": curioso, eu também, por isso quero ser advogado ou jurista. Não quero ser funcionário político ou avençado/dirigente de uma qualquer instituição.

"Carreira feita de suor, lágrimas e muito esforço": concordo e aplaudo, pois é necessário suar, esforçar-se para merecer ter um bom percurso profissional, é exactamente por isso que tenho 14 valores de média de curso na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

"Nunca nenhum político me deu nada": tenho amigos políticos, já me deram prendas de anos e de natal, mas aquilo que faz subentender também não me deram e também não queria.

"Lamber botas a ninguém": aceito, também não o faço mas conheço em Peniche quem o faça e que se auto-elogie (dizem que faz bem para a auto-estima) e muito!

"O menino foi para a faculdade": não lhe admito essa referência, ou deseja que lhe trate por menina? rapariga? raparigazinha? rapaz? rapazote? rapazinho? senhorzinho? senhorinho? Um pouco de respeito fica sempre bem a todos. Não é a inferiorizar-me com a minha idade que mostra que tem melhores argumentos que eu. Aceite este conselho, pois é grátis e sem influências capitalistas ou lucrativas.

"contribuido muito com o meu trabalho e impostos para o menino poder ir talvez de carro, com telemovel topo de gama etc.": aceito, dou-lhe os meus parabéns assim como dou ao meu pai, à minha mãe, aos meus familiares, aos meus amigos e a milhares de pessoas que em Portugal também o fizeram ou fazem. Como vê não é caso único. Agradeço profundamente a todos essa hipótese que me dão de estar na Faculdade pública, sem ter qualquer atraso. Agradeço profundamente porque é uma oportunidade que o meu país me dá e que merece a minha consideração e o meu respeito, por isso não ando lá contar para a mobília. Felizmente o pai que ganha o seu vencimento justamente - que lhe também é pago com fruto dos impostos que paga - também me deu esse sentido de responsabilidade para não andar a gozar com o dinheiro público.

"posso dar o meu contributo sem mostrar a cara": não consegui ver neste seu comentário qualquer contributo, vi antes um conjunto de insinuações que me foram dirigidas nas entrelinhas, mas se acha que deu um "contributo ao país" dou-lhe os meus sinceros agradecimentos pelo seu genuíno interesse de por "gostar de Portugal" contribuir para o melhorar, não haja a menor dúvida que conseguiu melhorar o país.

"Não é o seu partido que limpa isto e os resultados estão aí": desculpe, não deve ter percebido que fui logo o primeiro a assumir que todos, sem excepções, temos culpa nisso. Talvez seja só o PS e o PSD a ter, não me espanta que assim pense, é o já conhecido discurso imaculado de alguns que são tão iguais ou piores que os outros.

Quanto a cores, respeito perfeitamente a sua escolha se é vermelha, azul e branca, às bolinhas verdes, tanto me faz, respeito-a, só não posso aceitar é que com o conteúdo do comentário que fez ele fique por aqui, ao menos servirá de exemplo.

Cumprimentos.

 
At 19/2/09 02:57, Anonymous Carapau disse...

Caro Anónimo,

já várias vezes lancei aqui várias sugestões de desenvolvimento, talvez não tenha tido ocasião de as ver. Em relação à "roupa",não me referia directamente a si, falei em geral.
Quanto ao Tiago G. apenas posso dizer que não compreendi a sua crítica no seu blog à minha abordagem neste forum até porque concordei consigo e apenas coloco em causa a forma como as pessoas agiram, numa economia aberta, como foi aquela que provocou esta crise, isto é, a mentalidade das pessoas tem de mudar.

Cumprimentos,

Carapau

 
At 19/2/09 09:38, Anonymous pb disse...

Caro Tiago Gonçalves,
O meu comentário sai da Rua Latino Coelho em Lisboa.

Caro Carapau,
"mais uma vez não saiu nada de inovador". Pois...é a política que temos. Brincam uns com os outros, gozam connosco e esquecem-se do que realmente interessa.

Anónimo das 23h42,
Criar movimentos independentes de cidadãos é de facto a única forma de escaparmos ao clientelismo, vícios e autismo dos partidos políticos. Trabalhar em prol de uma missão e não por uma carreira.

Aos restantes, aquele abraço
PB (pseudónimo quase anónimo. Quase pq o JP sabe quem sou)

 
At 19/2/09 09:59, Anonymous Anónimo disse...

Caro PB,
É isso tudo!Aplaudo mesmo!

 
At 26/2/09 23:03, Anonymous Anónimo disse...

Peniche no seu melhor! Bom peixe e peixeiradas!

 

Enviar um comentário

<< Home