segunda-feira, março 02, 2009

"Peniche's Friends"

Por um comentário no post anterior fui conduzido ao interessante blogue "Marítimo" de João Vaz, que recomendo.
Particularmente imperdíveis são este e este outro post que relatam de modo completo, cativante e bem ilustrado a "Vinda dos Ingleses a Portugal em 1589".
Após quatro séculos de injusta conotação histórica, não concebo tema mais relevante a divulgar aqui nos (verdadeiros) Amigos de Peniche.

P.S. Novo comentário do autor dá-nos conta da 3ª parte desta sequela, entretanto publicada.
Particularmente interessante é a discussão final sobre o episódio histórico na origem da expressão "Amigos de Peniche", que contraria a versão corrente normalmente aceite e propalada por terras penicheiras (que bom tema para um colóquio-debate a realizar na terra visada...).
Caso sobeje vontade para se aprofundar este tema, deixo aqui link para material folheável, à total revelia do autor citado.

5 contributos:

At 2/3/09 15:28, Anonymous Carapau disse...

Gostei! Muito Bom!

Carapau

 
At 2/3/09 18:11, Blogger João Vaz disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 2/3/09 18:12, Blogger João Vaz disse...

Caro confrade navegador JP, o meu agradecimento pela divulgação e o aviso à navegação de que colocarei ainda hoje o terceiro e último "post" acerca da expedição inglesa a Portugal em 1589, tema que investiguei a fundo há já alguns anos e que ainda tem muitos detalhes para contar. Saudações marítimas

 
At 3/3/09 11:47, Blogger jp disse...

Caro João Vaz,

Em Peniche levamos muito a sério os avisos à navegação e apressei-me a colocar bóia sinalizadora.

Bastante curiosa, e confesso alguma surpresa, na versão que defende para a origem da expressão "Amigos de Peniche".

Embora fosse do meu conhecimento essa versão menos difundida, só a partir de agora a passei também a considerar com fundada credibilidade.

Saudações da terra que o mar abraça
jp

 
At 3/3/09 14:18, Blogger João Vaz disse...

Foi em Peniche (estava eu a mergulhar nas escavações do "San Pedro de Alcantara") que se iniciou o meu interesse pela expedição inglesa, precisamente pela falta de estudos sobre a mesma. O mesmo se passa relativamente à expressão dos "Amigos" e algo que nunca entendi foi porque nunca vi nenhum autor fundamentar em fontes credíveis e bem assinaladas as histórias semi-romanceadas que apresentam. Mais curioso ainda, estas histórias populares apenas surgem, tanto quanto pude perceber, após o início do século XIX, período do Romantismo e do "embelezamento" das histórias nacionais através da Europa. Passada mais de uma década desde que iniciei a investigação, centenas de documentos nos arquivos de portugueses e espanhóis, dezenas de obras nacionais e estrangeiras consultadas, não encontrei um único indício da existência anterior desta expressão (até ver) oitocentista nem nada que me prove sem dúvida a sua relação com a expedição de 1589. Afinal, constatei que ninguém havia estudado nem a história da expedição inglesa, nem da própria origem da expressão. Mas limito-me aos documentos e ao que eles dizem após uma análise cuidada e vou propondo as minhas conclusões. Só para terminar, tenho na gaveta a monografia inacabada da expedição que aguarda melhores dias para ser publicada. Quanto a divulgação, fui convidado há 2 anos pela Câmara de Peniche para participar num ciclo de conferências, mas infelizmente não me foi possível fazê-lo. Mas volto sempre com gosto a Peniche, terra que conheço bem e da qual guardo as melhores recordações.

 

Enviar um comentário

<< Home