sexta-feira, julho 24, 2009

Palanque do Leitor (I)

Tentando dar voz a alguns legítimos desabafos que recebo no mail deste blogue, dou aqui início a uma rubrica que transcreve o cerne das mensagens recebidas.

"Estamos a ser “colonizados”… é como me sinto quando vou à praia de Peniche de cima, e seja de manhã ou de tarde, irrompe pela praia dentro, as colónias, com dezenas de miúdos entusiasmados (como é natural e saudável) por mais uma tarde de praia…
Até aqui tudo bem, não fosse a falta de bom senso dos monitores das colónias, que ser ter respeito por quem já lá está, “abancam” nos primeiros metros quadrados que encontram, que nitidamente são insuficientes para a quantidade de crianças que trazem, incomodando quem está por perto, pois parece que não têm a noção, que tantas crianças juntas, fazem naturalmente muita confusão, criando em quem já lá estava na areia , ciente das regras de cidadania e boa educação, um fenómeno já típico da “fuga das toalhas” como se estivéssemos a fugir de alguém com uma doença contagiosa.
É triste ver esta situação, de quando as crianças chegam, os veraneantes que já estavam na praia a agarrar nos seus pertences e a ter de fugir para longe, para se livrar de levar constantemente com umas toneladas de areia em cima ou mesmo quase não ter espaço para se mexer. Não sou contra as colónias (pelo contrário), temos grandes e excelentes praias para todos, devemos promover a nossa cidade para o turismo, mas quem vem, também deve ter consciência que tem de saber estar para ser bem acolhido. Neste caso da praia de Peniche de cima, é evidente que se os monitores se dessem ao trabalho de andar mais uns metros para escolher clareiras de praia com menos gente, que se evitava cenas desagradáveis de insultos e quase confronto físico que se vão repetindo esporadicamente nestes meses de verão....."

6 contributos:

At 24/7/09 13:10, Blogger Carlos B. disse...

de acordo com o Post e acrescento o Baleal Sul...

 
At 24/7/09 21:33, Anonymous Anónimo disse...

Carlos B. = Carlos Baleal? Não vale ser juíz em causa própria ;)

A culpa é da "cambra".
Ou da da crise, que atira os veraneantes dos Varaderos e Puntas Canas de outrora para as praias cá do burgo, mais baratas e próximas da porta...

Marinho Areias de Gamboa

 
At 25/7/09 19:57, Anonymous Anónimo disse...

Coitada da socialyt penichense que fica incomodada no seu corta-e-coze junto ao bar da corte.

 
At 26/7/09 10:57, Anonymous Anónimo disse...

Tá explicado! A forma mesquinha e arrivista como a esquerda progressista encara um dos recantos mais bonitos e com maior potencial na peninsula. A unica coisa a relevar é de ser a 1ª vez que é assumida por escrito. Este é o verdadeiro perigo do comunismo, reduzir tudo e todos a burgueses capitalistas. O povo tb vai á Gamboa pá!

 
At 26/7/09 11:06, Anonymous Anónimo disse...

Mas esta gente leva logo tudo pra politica?!

 
At 26/7/09 22:30, Anonymous Anónimo disse...

Eu bem que já tinha reparado que naquela praia há banhistas sem chapéu de sol que ficam sempre à esquerda do molhe, enquanto outros, com chapéu de sol e às vezes tenda com avançado preferem ficar à direita...
Mesquinhos pá! Arrivistas pá! Burgueses pá! Capitalistas pá! Comunistas pá! São todos iguais! Misturem-se e construam uma praia mais pacífica e fraterna.
E o povo pá!?
E o povo pá!?
Quero dinheiro p´ra comprar um carro novo pá!!!

Mirone da Gamboa

 

Enviar um comentário

<< Home