sexta-feira, janeiro 29, 2010

37 a 37 foi o resultado

Não pensem que andei a jogar Andebol ou Rugby. Não! Foi só mesmo uma corrida nocturna no Parque Urbano de Peniche e o resultado dá conta do número de candeeiros de iluminação. Os acesos e os apagados. E não se poderá dizer que as falhas sejam uniformes, havendo zonas onde quase reina a escuridão.
Dir-me-ão que tal poderá resultar dum válido esforço de poupança energética. E até aceito que, numa distribuição mais regular, a tal metade possa ser suficiente para iluminar todo o Parque.
Se tal se confirmar, estou pronto a dar o devido encómio à iniciativa.
(o que não invalida que, sendo assim, tente perceber porque se aprovou equipamento no dobro do necessário e porque permanecem activas as pujantes bombas de água da ofuscante fonte cibernética...)

O Amor tudo vence (Amor Vincit Omni)
noutro bom exemplo de chiaroscuro por Caravaggio

5 contributos:

At 29/1/10 13:24, Blogger ZéPê disse...

e se fosse só no "Parque dos Pocinhos"...
A cidade está às escuras por todo o lado. Mesmo perdoando a violência das intempéries oestinas, começa a ser escuridão a mais.
E, das duas uma: ou a EDP só fornece o que a Câmara paga, ou é a consequência da consolidação local do obscurantismo de que certos poderes tanto gostam.
Como dizia o meu Vidaúl:
- à viva com o lance !!!

 
At 29/1/10 13:24, Blogger ZéPê disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 29/1/10 14:44, Anonymous Anónimo disse...

Boas!

Esta escuridão já dura desde 19 de Dezembro de 2009. Após contactar várias entidades o problema continua. Será que a escuridão não deixa ver que está escuro?

 
At 29/1/10 22:53, Blogger El Comandante disse...

De fonte segura.
Noticia de última hora.

Estão a fazer o desmantelamento para pôr no calçadão até ao Baleal.

Ainda dizem que no executivo autárquico não há gente iluminada.

 
At 3/2/10 23:46, Anonymous Anónimo disse...

Neste momento já está 58-16. Parece que o seu post teve algum resultado. Continuam 16 candeeiros desligados...

Saudações Penicheiras.

 

Enviar um comentário

<< Home