sexta-feira, junho 15, 2007

À nossa!... (cidade).

Pode-se até questionar o figurino actual e carpir as saudosas tasquinhas, mas parece inquestionável que o dinamismo e mediatismo que rodearam esta edição dos Festival Sabores do Mar foi uma aposta ganha para Peniche.

No que me foi dado ver, justifica-se o brinde.

16 contributos:

At 15/6/07 12:07, Anonymous Anónimo disse...

O "mediatismo e dinamismo" não têm preço ...

Gostava de saber ao certo qual o déficit deste evento...

 
At 15/6/07 15:59, Anonymous Anónimo disse...

Qual déficit? O défice ou deficit está na mentalidade das pessoas que desejam que Peniche continue na escuridão.

 
At 15/6/07 16:10, Anonymous Anónimo disse...

Tudo o que se fizer no sentido de colocar Peniche "no mapa" é importante. Além de mais gente que poderá afluir à cidade, servirá também para tornar o Concelho mais atractivo aos investimentos. Assim espero.

 
At 15/6/07 21:31, Anonymous Anónimo disse...

Vamos "iluminar" Peniche à custa
de grande endividamento ... Por essas e outras estamos a apertar o cinto há que anos ...

 
At 15/6/07 22:23, Blogger Bernardo Ribeiro Costa disse...

W. Churchill disse sabiamente acerca de alguns políticos ingleses, certa vez, que "em vez de crescerem, engordam".

Assim vai a corte dos aflitos!

Observem, participem se quiserem, mas aprendam.

 
At 16/6/07 09:35, Anonymous Anónimo disse...

Julgo que se estava a referir a si próprio... pois era bastante gordo...

 
At 16/6/07 10:16, Blogger PX disse...

A questão não é se se gastou muito, mas sim no que se pode vir a ganhar com o que se gastou. São estas as contas que se devem fazer em qualquer investimento. Este investimento julgo não é de curto prazo, ou seja o principal objectivo não é que nessa semana de Sabores do Mar se abata o investimento que se fez com as pessoas que cá vieram, mas sim de longo prazo, ou seja, no meu ponto de vista a mediatização do nome Peniche, para uma terra que se quer afirmar como destino turistico de qualidade foi extremamente importante, teremos agora de ver como é que isso se reflete em termos monetários e se valeu a pena o investimento feito, são essas as contas a fazer.

 
At 16/6/07 10:33, Blogger Bernardo Ribeiro Costa disse...

Nem mais. É esse exactamente o raciocínio que faço.

E também acho que foi um raciocínio desse tipo que o britânico gordo fez.

O resto são contas de merceeiros. Podem transmitir uma falsa sensação de "poupança" no curto prazo, mas não é assim que se projecta a imagem de Peniche e se captam investimentos de vulto no médio e longo prazo.

Mesmo sem se fazerem essas contas no passado da autarquia - senão veja-se a sua situação financeira de há anos a esta parte -, continuamos a discutir projectos que há muito já deviam estar consolidados (caso da marina de recreio, fosso das muralhas e recuperação da Fortaleza, entre outros igualmente estruturantes).

Para a frente é que é caminho!

 
At 16/6/07 12:43, Blogger H. Vicente Cândido disse...

Bom ou mau, com muito ou pouco lucro, temos a abrigação de apoiar o que é nosso e realizado nesta terra.
Logicamente que há alguns pontos que eu não gostei nos Sabores do Mar. Podia por exemplo falar da localização das 'barraquinhas' escondidas quase invisiveis por detras da muralha. Podia falar de outras coisas mais, dar a minha sugestão pessoal como por exemplo, fecharem a av. do mar ao trânsito e colocarem os expositores ao longo da estrada mas... isso é o mais simples e o que 90% das pessoas faz.

Porque não, em vez de criticar e sugerir, simplesmente apoiarmos e louvarmos o trabalho feito e os objectivos concretizados?

Pelo menos em uma coisa devemos estar todos de acordo, são estes tipo de eventos que colocam Peniche no mapa, onde há muito tempo tem estado escondida.

 
At 17/6/07 13:23, Anonymous Anónimo disse...

Muitas criticas aos sabores do Mar, o que é certo é que se deve dar novas ideias para o Festival.

Tive muito orgulho em vir a Px e ver uma coisa muito simples. Uma T-Shirt a dizer "Eu sou de Peniche".

Quanto ao endividamento, muito simples o Estado Central nunca transferiu verbas como está na lei para nenhuma Câmara e podemos ver o tal endividamento nos relatórios de Contas da CMP. Que devia ser obrigação de todos enquanto munícipes. Não só dizer mal mas participar activamente, já chega de bota-abaixismo na nossa terra.

 
At 18/6/07 03:11, Anonymous Anónimo disse...

LOL Até mete dó ler tais comentários. Agora já chega de bota-abaixismo? Não foi isso que o AJC e sua Banda fizeram para chegar ao poder? Não foram eles que faziam queixas sobre maus cheiros que apareceriam em rodapés dos noticiários nacionais com objectivo de se promoverem e de prejudicarem a imagem de Peniche? Já comeram foi muito queijinho!!!

Mais uma coisa, sou de Peniche com muito gosto!!! Só que os regimes é que necessitam de exaltar as qualidades humanas e físicas dos seus cidadãos para tentar esconder as misérias de pensamento e de orientação que nesses regimes existe. É o que diz a História.

Depois 10 comentários? Acho que é muito, para uma coisa que é "DIZ QUE É UMA ESPÉCIE DE FESTIVAL" =D

boa noite!

 
At 18/6/07 08:25, Anonymous Anónimo disse...

Para alguns, pôr Peniche no mapa é
contratar os "Xutos e Pontapés " , " the weasel?", futebol de praia. Não percebem que
o Pres. e o Vice estão em forte campanha mediática interna.
Perguntem aos restaurantes qual o saldo deste modelo de Sabores do Mar...

 
At 18/6/07 09:30, Blogger Bernardo Ribeiro Costa disse...

Estes dois últimos comentários confirmam-me a importância desta mudança que se está a dar em Peniche. Disto já tivemos o suficiente durante anos a fio!

Nem subscrevem o que dizem, tanta é a convicção...

Espera-vos uma longa travessia, felizmente não será pelo deserto.

 
At 18/6/07 09:42, Anonymous Anónimo disse...

Prevejo que nas proximas autarquicas tenhamos inumeros candidatos a Pres da CMP, a avaliar pelos juízos de valor feitos e pelo forte sentido crítico presente nos comentários.
Corrijam-me se entiver a errar...os orgãos autarquicos são eleitos pelo povo, certo?! Então agora aguentem-se!
Meus caros, criticar é facil....fazer é mais dificil! Só não entendo porque se critica tanto em blogs e quando se tem a oportunidade de fazê-lo em "carne e osso" não aparece ninguém para dar a cara a tão entusiasticas declarações!
Com atutides destas não vamos longe....nem como município, nem como País! Seremos eternamente os críticos...provincianos, mas críticos!

 
At 18/6/07 10:32, Blogger PX disse...

Caro anonimo (último) se o aflige tanto a critica nos blogs e a não critica em carne e osso, como diz, lanço-lhe o repto de DAR O EXEMPLO, assine o seu comentário. O seu comentário será sem duvida o mais PROVINCIANO, pois criticou com toda a legitimidade uma situação, e acabou por fazer exactamente a mesma coisa que acabava de criticar. É a critica fácil, o criticar só por criticar. Com atitudes destas a que não vamos longe.

 
At 18/6/07 11:03, Blogger jp disse...

A intenção cívica deste blogue é precisamente tentar marcar uma postura crítica em relação aos projectos de e para Peniche, e ao modo como estão a ser ou foram implementados.
Tento chamar aqui os temas mais controversos para se colherem as várias críticas sobre projectos em concreto, e se poderem enaltecer ou sugerir alternativas.
Todas os tipos de opiniões são bem-vindas, ainda que anónimas, desde que se foquem nos factos em concreto.
As críticas pessoais não se enquadram nesse âmbito. Todas as acções e projectos têm os seus mentores e responsáveis que acabam também por ser julgados.
A vontade popular manifestou-se nas urnas das eleições autárquicas, mas não se esgota aí.
Como penicheiros devemos continuar a pugnar por um Peniche melhor e participar atentos e críticos em relação aos projectos em curso.
A crítica oca, vazia, estritamente pessoal, em nada acrescenta a essa postura, e constitui um infeliz desperdício do nosso direito de cidadania. Aos críticos dessa jaez que por aqui passam estou certo que conseguem fazer melhor.
A opinião de todos é importante.
E acima de tudo e de todos, é o futuro de Peniche que nos deve nortear.

 

Enviar um comentário

<< Home