quinta-feira, setembro 16, 2010

A quem serve a Feira Mensal?

Com a requalificação do Fosso das Muralhas em curso, a autarquia prepara-se para infra-estruturar um novo espaço, sito na Prageira, para receber a Feira Mensal.
Não se pode deixar de questionar sobre a quem interessa uma Feira Mensal em Peniche, esse antro de contrafacção conhecido por todo o país?
Aos feirantes legais e ilegais, na sua grande maioria forasteiros, que por aqui fazem bom negócio?
À autarquia que consegue algum encaixe no aluguer do terrado?
Ou a umas centenas de presunçosos do adereço que gostam de se pavonear com roupa e acessórios de marca, a preços módicos, ainda que contrafeitos e de má qualidade, em troca de um par de horas de falta ao trabalho numa quinta-feira?
Custa-me a perceber qual o verdadeiro interesse da Feira para os penicheiros.
E fomentar a descarada contrafacção, o absentismo no horário laboral e o imbecil culto de marcas, são ideais que não deveriam constar das agendas autárquicas.

11 contributos:

At 16/9/10 21:47, Anonymous Anónimo disse...

Mas chegada a "Feira" da Boa Viagem, lá estão os mesmos a pedir ao comércio local.uma ajudinha para quê ? ?
F.S.

 
At 16/9/10 23:50, Anonymous Anónimo disse...

Pois, secalhar a feira interessa a quem não tem ordenados de funcionário publico e tem contar os euros para conseguir chegar ao fim do mês e comprar as cuequinhas e as meias na feira, é mais do que bom!

 
At 17/9/10 11:39, Blogger ZéPê disse...

Admito ser complicado comentar este artigo porque se, como contribuinte (aqueles que PAGAM impostos à Nação, sabem?) subscrevo na íntegra a opinião do JP, como consumidor presunçoso - qual "tio" de Carcavelos, Espinho ou Guimarães - gosto de negociar à cigano o que me apetecer (com ou sem "marca") mesmo consciente do seu (às vezes aparente) défice qualitativo, como penicheiro, porque já é uma longa tradição, não é? por isso já cultura local, não?
Eu já calculava que ia ser complicado explicar-me...

 
At 17/9/10 15:43, Anonymous Anónimo disse...

Aquela localização é definitiva? O espaço não é muito pequeno?

 
At 18/9/10 14:47, Blogger Amigo que gosta de Peniche disse...

Estou em crer que este modelo de feira não interessará a ninguém que pretenda ver uma cidade subir na sua escala de valor em todas as suas vertentes (económica, social, cultural, etc). Estou até convicto que o os responsáveis, e sublinho responsáveis, do município, neste caso concreto, até sabem que este modelo de feira só trás prejuízo à cidade e aos seus munícipes. Mas, enquanto os objectivos dos executivos se cingirem aos ciclos quadri-anuais estou em crer que nada será alterado, mexer para quê se o povo até está contente, e é o povo que faz ganhar eleições!? Mexer para quê se não há um retorno directo e imediato para quem suporta e dá cobro à máquina!?
Mexer para quê se a medida pode, e numa primeira fase será garantidamente, entendida como anti-popular!?
Nahhh, à boa maneira portuguesa e penicheira dá-se um pontapé para a frente em vez de se aproveitar uma oportunidade de ouro para se acabar com um cancro de vez ou pensar e por em pratica um modelo de feira mensal diferenciador e valorizador para a cidade e seus munícipes como, por mero exemplo (e por favor não caiam na tentação de fazer cópias mal paridas de coisas que outros já fizeram),aqui bem perto, um município à uns anitos atrás teve a visão e coragem de fazer - http://www.cm-tvedras.pt/outros/noticias/detalhes/?id=739

 
At 18/9/10 14:53, Blogger manuel disse...

ò JP :
"...porque è jà uma longa tradicao,nao è ? por isso jà cultura local,nao è?...

Com esta agora atè fiquei" marado "

PS.
Aspas na " cultura local " , como devem calcular è de minha autoria

Jà que nao ajudam a Salvar o Hospital,Salvem o Porto de Pesca ,Salvem o Baleal , Reparem a ETAR , Salvem Peniche e Sereis Salvos
Manuel Joaquim Leonardo
Peniche Vancouver Canada

 
At 18/9/10 15:53, Blogger Kruzes Kanhoto disse...

Aiiii...Eu e os mes primos temos que ganhar a vida!

 
At 19/9/10 18:54, Anonymous Anónimo disse...

Não sendo amante do tipo de comércio ali praticado, reconheço a importância que tem ao nivel do orçamento familiar de algumas familias. As feiras sempre existiram e continuarâo,mesmo que a nossa acabe. Cabe às autoridades verificar a proveniencia e legalidade dos artigos comercializados. Quanto a Peniche, a duvida pode ser colocada, relativamente à necessidade ou não da feira mensal, pois já temos uma semanal, ilegal, onde já se comercializa todo o tipo de artigo contrafeito e as autoridades locais nada fazem contra isso. Aliás, existe novo regulamento municipal de venda ambulante já aprovado, mas nada mudou relativamente a esta feira "clandestina". A policia "eclipsa-se" aos sábados de manhã. Porque será?
A.S.

 
At 20/9/10 12:15, Anonymous Anónimo disse...

Só para ajudar à discussão, nos tempos de "actividade" de alguns dos ilustres comentadores, houve um importante comerciante local que defendeu a FEIRA semanal porque nesse dia FAZIA quase tanto negócio como nos retantes dias do mês. (quando a feira era no Campo da Torre).

Anónimo (obviamente)

 
At 21/9/10 15:44, Anonymous Anónimo disse...

Quanto terá custado há 4 anos o espaço que agora está a ser destruido?
Na altura não se sabia que as obras do fosso estavam programadas?
Esta feira assim, custa muito dinheiro aos cidadãos de Peniche.

 
At 27/10/10 19:28, Anonymous Anónimo disse...

A feira é um local de compra, que ainda é suportado pelas carteiras dos Portugueses, os seus produtos são de melhor qualidade que o dos Chineses, e os feirantes pagam torrado para lá vender.
Tirem-nos a feira, o próximo passo será a Festa de NSenhora da Boa Viagem.
Leiria que é a capital do nosso distrito tem feira junto do Estádio todas as terças e sábados.

 

Enviar um comentário

<< Home