sexta-feira, junho 17, 2011

Válido pelo conteúdo, não pela forma

Projecto para o futuro Centro de Interpretação do Património Geológico do Litoral de Peniche, conforme por aqui sugerido, e acolá justificado, a construir no local do actual "Filtro" (depósito elevado de água), em Peniche de Cima.
(Fonte da imagem: Dita de fidedigna, segundo Carlos Alberto Tiago)

5 contributos:

At 17/6/11 16:44, Anonymous Anónimo disse...

Quanto ao chamado Filtro de Peniche de Cima e ao seu restauro, temos de ter em conta que o mesmo e a preços actuais irá custar sempre mais de 150 mil Euros,e tem de ter sempre trabalhos de manutênção.
É possivel, criar para aquela zona especifica um memorial do Filtro, mais barato e quase sem manutênção.
Os tempos que correm assim o justificam.

 
At 17/6/11 22:32, Blogger VML disse...

para rir :)

 
At 18/6/11 08:04, Anonymous Anónimo disse...

Bem bonito, sim senhor!
Uma boa oportunidade para as "forças meio-mortas" de Peniche se chegarem á frente e apresentarem um projecto para este Centro!
Sempre com a preocupação do projecto não se tornar um "elefante branco", como os casos da Biblioteca ou do Campo da Torre, esses vestigios cancerosos do "Gonçalvismo" local e da comunidade de "patos bravos" da Construção Civil, que tanta boa obra têm feito pela Cidade (veja-se os edificios da União de Bancos, Verdemar e aquele mamarracho empenado na rotunda da Santinha).
Cumps,
Miguel Tiago

 
At 18/6/11 20:26, Blogger José Carlos Romão disse...

Creio que a colocação de betume nas fendas, a pintura e a instalação de um pitoresco miradouro no topo do Filtro não saíriam muito caras, não sei se a junta até não podia fazer esse trabalho. Quanto ao Centro de Interpretação do Património Geológio do Litoral de Peniche, é algo a pensar a médio/longo prazo.

 
At 19/6/11 13:26, Anonymous Anónimo disse...

O sr. Miguel Tiago é realmente do pior que existe na sociedade de Peniche. Agora foi buscar a questão da Biblioteca, que todos nós sabemos que a empresa que começou a construir foi à falência e por isso a obra parou. Infelizmente o actual executivo não tem capacidade de resolver a questão. Passaram cerca de 5 anos e nada. Era uma importante obra para Peniche! Mas o senhores perferem proclamar a "Onda" que para mim e a todos os penicheiros não contribuiu para desenvolver o concelho. Falou do prédio da União de Bancos e do prédio da entrada de Peniche, só que esquece que o PCP (e não CDU porque em Peniche não militantes dos Verdes) já teve responsabilidades nesses tempos em conjunto com os executivos que ganharam a câmara. Enfim, vivemos numa miséria de espírito e de pensamento crítico. Durante a semana, Peniche, parece um deserto! Transformaram a minha terra numa palhaçada mediocre.
Em relação ao projecto do Filtro da Papoa, parece-me um projecto demasiado utópico, seria mais a favor da recuperação da estrutura de forma a manter e preservar a história da nossa terra.

Virgílio Lopes

 

Enviar um comentário

<< Home