terça-feira, junho 16, 2009

Movimento por um Cine Teatro em Peniche

Não poderia deixar de aqui dar o meu contributo à divulgação deste movimento que já abarca um considerável grupo de empenhados Amigos de Peniche.

Pugnar por um Cine Teatro em Peniche é uma marcante manifestação de amizade para com o futuro cultural da cidade.

Tão importante quanto isso é, para mim, a génese e o rápido crescimento desta iniciativa cívica independente que se pode constituir num formato de participação democrática mais activa e pró-activa, de que Peniche é tão carenciado.

Mas porque é que não havia disto quando destruíram o Cinemar?

Não deixem de apoiar aqui, via Facebook.

3 contributos:

At 16/6/09 21:10, Blogger J.A.M. disse...

A ideia é boa, mas creio que a população da minha terra não tem espaço para meter a cultura...(já vejo pedras no ar por este comentário).
Pode ser que o espaço também seja usado para promover artistas da zona, era uma coisa jeitosa.
Ainda assim apoio o movimento.
Creio que até vou criar uma conta no facebook só com esse propósito.
Alguma coisa tem de ser feita.
Cumprimentos ao Bernardo que, segundo entendo, iniciou o movimento.
Obrigado JP por continuar a informar estes amigos de Peniche.

 
At 16/6/09 22:17, Anonymous Anónimo disse...

Só espero que o Jorge Gonçalves que aderiu ao movimento não seja "aquele".
Senão só fica a faltar o Zé Nicolau e o Manel das Fanecas que conduzia a retroescavadora que arrasou o Cinemar para o movimento cair no descrédito. Continuem!

 
At 21/6/09 15:55, Anonymous Alvaro disse...

O antigo Cinemar, era propriedade do grupo Lusomundo, lembro-me numa conversa com um falecido membro da Assembleia Municipal ele comentar o facto da Presidência da C.M.P na altura dizer que comprar o imóvel custaria 200 mil contos (1 milhão de Euros, aproximadamente). Pena foi que não se tivesse comprado na altura este património.
Outras Câmaras pelo país fora (de diferentes cores políticas) reabilitaram os antigos Cine-teatros.
O meu primeiro filme num cinema foi no antigo cinemar, que saudades!

 

Enviar um comentário

<< Home