segunda-feira, outubro 04, 2010

As cócegas

Ainda antes deste recente retorno ao Mar das atenções deste país, desiludido com a fraca prestação da aventura europeia, já por aqui se pugnava no aspecto demasiado redutor da aposta de Peniche como capital da Onda.
É o oceano que nos rodeia, é o mar que nos abraça!
Porquê ficarmos pelas cócegas da vaga, quando existe um potencial tão vasto nesta paixão penicheira (e portuguesa) pela envolvência marítima?
Que não se infira daqui qualquer objecção a esta conseguida aposta no Surf penicheiro, fruto de relevantes esforços recentes e confirmados resultados.
O que sempre defendi foi a necessidade de avaliar com rigor o peso relativo desta aposta no incremento da economia local, presente e futura.
Vem isto a propósito da tertúlia "Na Onda do Surf - Desafios e Soluções" que terá lugar dia 6 de Outubro, pelas 17h30, na Praia dos Supertubos, à qual daria o meu total aplauso, não fosse o caso de, e para debater "a contextualização desta modalidade no desenvolvimento local de Peniche", parecer algo escassa em contraditório.

8 contributos:

At 5/10/10 01:20, Blogger manuel disse...

Pela ordem de inscricao dos intervenientes ,moderador ,comenta
dores ,oradores e participacoes especiais , sao todos " pano da mesma peça de fazenda " ,sugeria que convidassem para o contraditorio o Sr.Joaquim Pedroso do movimentopaparoucosbaleal.blogspot.com para poder haver contraditorio e o painel estar mais completo e credivel .
Com os melhores cumprimentos , sou o

Manuel Joaquim Leonardo

 
At 5/10/10 17:05, Anonymous Anónimo disse...

a unica coisa sem credibilidade é o "Homem que fala sozinho"!

 
At 6/10/10 13:08, Blogger movimento dos paparoucos do Baleal disse...

tenho todo o gosto de estar presente,vou saber como o fazer,no sentido de poder intervir,embora reconhecendo que o contraditório terá pouca aceitação perante estes interesses aqui instalados
Joaquim Pedroso

 
At 7/10/10 03:35, Anonymous Anónimo disse...

O surf?
Ou a mesma conversa oca do costume?

Parece-me que já vi tertúlias muito semelhantes, com assuntos diferentes...

Peniche tem mar, desde sempre muita gente se desloca por motivo de ir surfar... o que me arrepia, é que consoante a moda, Peniche vai na "onda".

Triste!
Essa terra é um diamante em bruto, que continuará em bruto, se as gentes não mudarem de apostas.

Unam-se! deixem-se de coisas comezinhas.

 
At 7/10/10 07:02, Anonymous Anónimo disse...

outro com a mania das grandezas...ó minha Nossa Senhora da Agrela!!

 
At 7/10/10 12:45, Blogger Amigo que gosta de Peniche disse...

Depois do que o Anónimo das 03:35 de 7/10/10 disse.... mais palavras para quê???? Em meia dúzia de linhas está tudo dito.

 
At 8/10/10 20:31, Anonymous Anónimo disse...

Todas as boas iniciativas são boas para Peniche. O surf é uma delas; há que potenciar o processo.

Porém, a preocupação do autor do post tem toda a pertinência; A questão a colocar, quanto a mim, é; quem é capaz de tomar a iniciativa de promover a prática de outros eventos marítimos para oa quais Peniche está superiormente dotada?

Estas coisas dão um trabalhão a organizar e custam montes de dinheiro! Que eu veja; alem da CMP, talvez a ADEPE,o Clube Naval, a "Autoridade regional do Turismo do Oeste"...mas alguém tem que ligar a ignição.

Os organizadores do Surf, quanto a mim são um ótimo exemplo; há que aprender com eles.

Então não vi há dias na revista de imprensa da SicN a publicidade num Diário/semanário sobre "Peniche na crista da onda"? Isto é "puxar para cima" (desde que não se faça mal a ninguém).

Cá para mim colocava um desafio aos organizadores da "onda"; quando isso estivesse em velocidade cruzeiro, partia para outra.Força!

 
At 10/10/10 12:27, Anonymous António Barreto disse...

Sou o anónimo das 20:31 de 8/10/10. Escapou-me qualquer coisa na assinatura.

António Barreto

 

Enviar um comentário

<< Home